Juliana Fiúza/ novembro 3, 2019/ Blog/ 0 comments

Em novembro, a peça Luiz Gama: Voz Pela Liberdade reestreia no Rio, com exibição em Madureira, Ipanema e Três Rios.

O espetáculo Luiz Gama: Voz Pela Liberdade surgiu em 2015, após o Dr. Humberto Adami, Presidente da Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra do Brasil, sugerir ao ator Deo Garcez que escrevesse uma peça sobre Luiz Gama. O ator conta sobre o processo.

Luiz Gama: Voz Pela Liberdade
Foto: Vivian Fernandes

— Eu, que sempre me identifiquei com as questões da nossa luta afrodescendente, revoltado com qualquer tipo de injustiça e mais ainda com a escravização de pessoas, imediatamente escrevi o texto com a ajuda do autor e diretor Ricardo Torres. Chamei o próprio Ricardo pra dirigir o espetáculo e a atriz Nivia Helen e depois Soraia Arnoni para dividirem o palco comigo. De lá pra cá não paramos mais. A peça é um grande sucesso há quatro anos. – conta Deo.

Deo também conta a emoção de ser um ator negro e levar aos palcos a história de Luiz Gama, “É uma emoção imensa eu ser um ator negro e sentir na própria pele os males do preconceito, do racismo e ao mesmo tempo ser porta voz das dores dos meus ancestrais.”

O ator também lembra de como Luiz Gama é constantemente esquecido pela história do Brasil, ignorado pelos livros de história e salas de aula. A peça se tornou uma missão assumida pela autor para manter viva a história do jornalista, considerado patrono da Abolição da Escravidão no Brasil.

“Aprendo sempre com o Gama, pois a fala e a luta dele são atuais e reforçam em mim, e para quem assiste a peça, a nossa necessidade de lutarmos sempre pelo direito à igualdade e dignidade humana”

A peça tem atraído um enorme público, alcançando o seu quarto ano consecutivo de exibição pelo Brasil. Deo conta emocionado a recepção do público, e principalmente do público negro, que de acordo com ele, sai do teatro com a auto-estima elevada e muita vontade de lutar pelos direitos, democracia e também questionamentos de porquê a escravidão continua sob diversas formas em nosso país.

Em novembro a nova temporada reestreia em Madureira, Ipanema e Três Rios. Com a melhor expectativa possível, Deo fala sobre a importância de ser realizada em novembro:

— Faremos as três temporadas em novembro, mês da Consciência Negra, uma momento bastante representativo para nós negros e para todos que lutam pela igualdade de direitos para todos! Faremos no Teatro Laura Alvim, em Ipanema. Na Arena Carioca Fernando Torres, em Madureira e também no Teatro Celso Peçanha, em Três Rios.

Para a programação completa, curta a página do espetáculo acessando aqui.

O Papo de Guia também está sorteando um par de ingressos para a peça, basta acessar a página no facebook e cumprir as regras.

Share this Post

About Juliana Fiúza

Juliana Fiúza é guia de turismo e empresária em sua agência, Papo de Guia. Mora no Rio de Janeiro, é estudante de letras, apaixonada por música, literatura, cultura pop e papelaria.

Deixe um comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*